quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O início d' As Crónicas de Shaolin

Nestes últimos dias, tenho andado a roer as unhas até ao tutano e a olhar para a caixa que a minha melhor amiga me ofereceu como presente de Natal e ponderar se devo ou não abrir o presente que diz "Preciso de um abraço" ou "Abre quando estiveres stressada ou preocupada"...

Estou prestes a embarcar numa das maiores aventuras da minha vida, uma viagem até à China onde serei uma jovem aprendiz de artes marciais, uma experiência que por certo irá alterar a minha vida (vamos esperar que para melhor).

No entanto, os meus sentimentos variam entre o "não acredito que isto está mesmo a acontecer, deixa-me fazer a mala uma semana antes do dia" e o "um ano inteiro na China? Endoideceste?  Já pensaste no choque cultural? Tu sabes que as pessoas desconhecidas te deixam nervosa e o quão difícil é conheceres pessoas novas. Tu nem sequer gostas de pessoas novas." Esta última parte pode ter sido um bocadinho exagerada, mas não significa que não me tenha passado pela cabeça. 

De uma coisa tenho a certeza: este é o tipo de coisa que se não fizeres agora, irás arrepender-te para o resto da vida.

Mas enfim, tenho um grupo de apoio bastante ansioso de saber como irá correr as minhas aventuras e que me enchem de palavras de motivação quando a coragem começa a tremer. E não me posso esquecer que "se houver outras raparigas irás ter melhores amigas com quem lutar o dia inteiro e falar sobre feminismo a toda a hora." (Essa foi uma das pep-talks que recebi.)

A contagem decrescente já começou, as últimas refeições preferidas comidas e os "olás" e os "adeus" feitos. Agora resta esperar até Sábado e iniciar a nova aventura com a primeira paragem: Amesterdão, Holanda.

P.S.: Não resisti e tive de abrir o presente "Preciso de um abraço", precisava de saber se o peluche era ou não um panda depois da conversa que tive com a minha amiga em que lhe disse que "namorado meu nunca haveria de ter autorização para me oferecer um peluche que não fosse um panda." Ah, e nem acredito que vou finalmente ver pela primeira vez o meu animal preferido.

Sem comentários:

Enviar um comentário